O Sonho da Casa Própria vira Pesadelo

Por: Anthony Lima

Fazendo uma análise prévia do Termo de acordo acima firmado verificamos que a iniciativa tomada pela Corregedoria Nacional de Justiça e os Tribunais Regionais Federais é muito positiva.

Entretanto, infelizmente tornou-se rotina anual a realizações desses mutirões os quais viram verdadeiros tormentos para os mutuários pois geram expectativas que se frustram diante das propostas apresentadas pela CEF/EMGEA.

Para se ter uma idéia em novembro do ano passado (2010) em Maceió/AL. foram realizadas em uma semana 251 (duzentas e cinquenta e uma) audiências e firmados apenas 25 acordos, uma seja um percentual de 10%, portanto, muito baixo.

Entendemos que a CEF/EMGEA antes de pedir mutirões ou mesmo firmar termo de acordo, deveriam procurar as entidades que representam os mutuários para apresentar propostas viáveis de negociação e só então ir ao judiciário para homologar os acordos firmados.

Tenham certeza de que isto sendo realizado evita-se custos, sustos e frustrações desnecessárias para os todos os envolvidos no processo.